22 setembro 2014

Jogo com o Aston Villa mostrou onde deve jogar Özil

Mesut Özil teve que lidar com bastantes críticas desde a sua chegada ao Emirates no verão passado, mas apesar de o próprio assumir algumas exibições menos boas, há algumas circunstâncias que podem atenuar essas mesmas críticas.

Enquanto o alemão prefere jogar no centro do meio-campo, mas também consegue criar bastante perigo se tiver descaído para a direita e romper pelo meio para procurar passes mortíferos, torna-se completamente ineficaz a jogar do lado esquerdo, e tem sido aí que tem jogado a maioria dos jogos pelos Gunners.

É certo que Arsène Wenger não pode colocar a jogar todos os jogadores mais ofensivos do plantel no centro do meio-campo do onze inicial, e isso significa que alguém pode ter que ser usado numa posição menos familiar, mas Mesut Özil deve ser aquele que não pode ser sacrificado em prol da equipa.

O técnico francês decidiu, finalmente, colocar o alemão a jogar no meio em Villa Park, e Özil respondeu com uma excelente exibição que culminou com um golo e uma assistência e que assegurou uma importante vitória num campo difícil e numa jornada em que todos os principais candidatos ao título perderam pontos, à excepção do Arsenal.

Se Wenger decidir colocar o médio a jogar na sua posição natural por mais uns jogos, tenho a certeza que Özil virá novamente a mostrar o porquê de ser um dos melhores playmakers do mundo, e que agora tão apagado tem andado.

Com as subidas de rendimento de Aaron Ramsey e Jack Wilshere, Wenger poderá ficar tentado em mudar novamente Mesut Özil para o lado esquerdo, mas eu – e penso que todos os gooners – espero que o técnico resista a essa tentação e dê ao alemão a oportunidade de mostrar toda a sua qualidade dentro do campo.


@ricardogooner
Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

Cada comentário é da exclusiva responsabilidade do seu autor.
Comentários que fujam a assuntos relacionados com o Arsenal serão imediatamente removidos.