20 janeiro 2015

Há mais Arsenal para além de Alexis


Esta época o Arsenal tem sido acusado de estar completamente dependente de Alexis Sanchez. O antigo avançado do Barcelona tem sido muito importante e conta já com 12 golos na Premier League, para além de mais 6 golos nas restantes competições – o que é fantástico para o seu ano de estreia.

No entanto a vitória por 2-0 na casa do Manchester City provou que o Arsenal não é dependente de apenas um jogador. Este jogo com os campeões ingleses provou que há mais elementos que são fundamentais para a equipa.

Enquanto Alexis tem recebido a maioria dos louros durante a época – nós próprios aqui no blog o fazemos – também Santi Cazorla tem sido fantástico e os seus desempenhos melhoram de jogo para jogo. Contra o Manchester City foi considerado por nós o melhor em campo. Para além do golo que marcou fez também a assistência de livre para o tento de Giroud.

Para além de estar envolvido nos dois golos dos Gunners, pareceu também estar em todo o lado no campo, cortando várias bolas perigosas na defesa, bem como segurando o jogo de maneira inteligente. Os seus recentes desempenhos começam a fazer lembrar a sua época de estreia pelo Arsenal.

Alexis Sanchez até pode ser considerado a estrela da equipa e provavelmente será considerado o jogador do ano por todos os adeptos, mas contra o City foi Santi Cazorla que deu espectáculo naquele meio-campo atacante. O antigo jogador do Villarreal é mágico cada vez que tem a bola nos pés, mas na época passada parecia ter perdido parte dessa magia.

Esta época voltou em grande forma, e conta já com cinco golos nos últimos sete jogos para a Premier League, sendo cada vez mais influente na equipa.

A vitória no Etihad foi montada numa excelente estratégia defensiva, em que Francis Coquelin também brilhou. O médio francês teve sempre grandes dificuldades em se afirmar na equipa, mas agora parece ter finalmente conquistado o seu lugar.

Coquelin foi titular nos últimos quatro jogos da Premier League, e os Gunners conseguiram três vitórias. Apenas na derrota por 2-0 com o Southampton é que a equipa fez uma exibição sofrível e ditou mesmo com a saída de Szczesny da baliza.

O Arsenal tem sido noticia constante por necessitar de um médio defensivo com alguma urgência. No entanto, com 23 anos, Coquelin parece estar a evoluir de forma correcta e poderá começar a causar dores de cabeça a Wenger para a luta por essa posição. O francês chega mesmo a gritar com companheiros mais experientes que ele, o que é bom para a sua afirmação no plantel, num jogador jovem.

Não deixa de ser irónico que caso o plantel estivesse na sua máxima força, Coquelin dificilmente seria opção e agora Arsène Wenger parece ter encontrado a solução a curto-prazo para a resolução dos seus problemas no meio-campo defensivo.

Até pode não ser a resposta a longo-prazo para aquele sector, mas claramente a confiança de Coquelin tem vindo a aumentar a cada jogo que passa.

Os Gunners há muito tempo que não realizavam um desempenho igual ao que tiveram contra uma grande equipa como o Manchester City. Caso o Arsenal consiga fazer mais jogos como o que fizeram no Etihad, aí sim, pode-se considerar candidato ao título. Pode ser já demasiado tarde para a luta pelo título na presente época, mas a vitória no terreno dos Citizens provou que os Gunners podem ganhar a qualquer equipa, desde que abordem o jogo de forma correcta.

@ricardogooner
Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

Cada comentário é da exclusiva responsabilidade do seu autor.
Comentários que fujam a assuntos relacionados com o Arsenal serão imediatamente removidos.