09 março 2017

Wenger admite que os protestos poderão influenciar a sua decisão


Arsène Wenger admitiu que os mais recentes protestos poderão pesar na sua decisão de renovar contrato com o clube no final da actual temporada.

O treinador francês está a passar pelo momento mais controverso dos seus 21 anos ao serviço dos Gunners. Ainda na terça-feira, antes do jogo com o Bayern, foi organizada uma marcha com centenas de adeptos a pedir ao treinador francês para sair do comando técnico do clube.

Questionado hoje se estes protestos, bem como aqueles que vão surgindo nas bancadas do estádio, iriam pesar na sua decisão, Wenger respondeu: "Sim. Tudo é considerado".

"Não será o factor mais importante, mas tudo será considerado".

Ainda questionado se já havia tomado uma decisão, continuou: "A minha decisão é estar focado no próximo jogo e ter a certeza que jogamos bem no sábado".

Assim, Wenger está no centro de todas as atenções no Arsenal com os adeptos a dividirem-se entre os que pretendem manter o treinador e os que querem ver mudanças no comando técnico da equipa.

Por Ricardo Pires | 09.03.2017
Partilhar:

0 comentários:

Enviar um comentário

Cada comentário é da exclusiva responsabilidade do seu autor.
Comentários que fujam a assuntos relacionados com o Arsenal serão imediatamente removidos.